Cantando o Rio Grande com Voz de Bugio – Jones Andrei Vieira e Leomar Ferraz


24º Ronco do Bugio – São Francisco de Paula – RS – 2015.
Composição premiada com o Segundo Lugar e Melhor Instrumentista para o gaiteiro Jones Andrei Vieira.

CANTANDO O RIO GRANDE COM VOZ DE BUGIO

Letra: Milton César Hoff
Música: Jones Andrei Vieira
Intérprete: Jones Andrei Vieira e Leomar Ferraz

O bugio não tá morto, o bugio não morreu,
Emalou sua alma pra matear com Deus!
Com a missão cumprida para o céu subiu…
Cantando o Rio Grande com voz de bugio!

São Chico! São Chico! Se achegou visita
Ilustre dos pampas que veio te ver.
Prosear, contar causos da gente gaúcha,
Encordoar a alma no eterno viver.

Prepara o borralho pra uma tertúlia,
Ajeite uns pelegos e puxa um banco,
Reúna os anjos com harpas, trombetas,
Na paz do Senhor vem “de pala branco”.

São Chico! São Chico! Em prece te peço:
– Acolhe este filho que em seu labor
Deixou para nós os mais belos regalos
Pra sempre ser “céu, sul, terra e cor!”

São Chico! São Chico! Rogai pelo povo
Aos que necessitam nos ranchos poveiros
Com as bençãos do Pai, que mande fartura
Quando de regresso chega um carreteiro!

São Chico! São Chico! No jardim do eterno
Com um lote de letras a colheita é farta.
A um homem de bem a “morocha não”!
“Pra sempre gaúcho” e “viva a bombacha”

São Chico! São Chico! A festa é pra ti,
É a volta de um filho que um dia partiu
E chega em casa com gaita e violão,
E convida os amigos pra cantar bugio!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s